• Ronaldo Sampaio

Piercer Snoopy - Frrrkcon - Virada Cultural 2011 -

Frrrkcon - Body Art - Performances, Debates, Comportamento, entre outros...


Em 2010 a Virada Cultural cedeu espaço a Frrrkcon, um dos principais eventos inenterruptos ligado á arte corporal paulistana e pela boa repercursão entre os atuantes, logo se tornou uma referência aos entusiastas da Body Art no Brasil. Por conta disso, este ano tivemos novamente a possibilidade de conferir o que os envolvidos com tal expressão artistica prepararam para o público..

Eu colocarei aqui algumas fotos e o depoimento do meu amigo Morpheu o qual surpriendeu-me e muito nas suas entrelinhas, tendo em vista que, as tematicas usadas pelos Performers elevou e muito o nivel e a maneira das pessoas enxergarem tais práticas em terras tupyniquins.

Desde ja agradeço o suporte que me fora dado pela equipe da Frrrckon e o ano próximo dentro do meu possivél estarei presente novamente.



Burn Burn de T. Angel!



A primeira performance que eu vi ao chegar no Largo do Paissandu foi a do Thiago Soares e a tematica me supreendeu e ao publico presente também que olhavam atentos cada movimento do performer.

Pessoas de varios cantos do Brasil e do mundo estavam transitando pelas ruas e avenidas dessa capital que asssemelha-se á  um país dentro do estado.




Com certeza tanto o publico presente, quanto nós que estavamos nos bastidores, ficamos perplexos no bom sentido da palavra, ao ver esta linda garota se despir em sua performance na frente daquela multidão que ali estava... Muita atitude para um evento publico!




Emilia e Thiago dando continuidade em sua performance que misturava sensualidade, prazer e dor. Com certeza algo novo pra muita gente ali presente que empolgadissimos interagiam com os performers.


Grande Pedrim! Literalmente este camarada ficou incumbido de fazer boa parte das perfurações nos Suspenders que ali se apresentavam.

Eu gostaria de ter aqui uma imagem que pudesse mostrar a quantidade de pessoas reunidas para ver de perto as apresentações...

Good vibes!




Suicidal - Suspender Thiago -  equipe Frrrckon

O que eu achei muito prático e seguro foi a tenda destinada para os procedimentos um lugar que nem a imprensa conseguiu entrar por termos impostos pelo idealizador do evento.

Nota do Perfurador: Eu tiro o chapéu para o Thiago, pois uma semana antes ele foi suspenso pelo Luciano Iritsu na suspensão denominda Coma e ainda assim, buscou forças para integrar-se as atrações da Virada Cultural.





Performers - Heitor Werneck, Juliana Pink e La Negra Argentina  Tema - Monstros e Divindades





Velos em ação foi pra mim uma experiência incrivél! Como podem notar a suspensão de Heitor e La Negra, iniciou-se com uma posição denominada Lotus. No decorrer da performance, as cordas foram cortadas pelos mesmos...E os três ficaram suspensos apenas pelos ganchos que estavam transfixados nas costas. Heitor Werneck é responsavél pelo projeto denominado Luxuria o qual envolve uma série de performances.


Metamorphosis - Por Sanae


Muitos ali se questionavam qual a significância daquela garota que estava envolvida sobre um pano branco...Enquanto o dj soltava um som ambiente o Pedrim auxiliava a performer para mais uma apresentação que tinha como tema o nascimento. Muita gente que eu desconhecia estavam ali na mesma função nos bastidores.

O que me deixou um tanto frustrado foi a falta de comunicação entre os que ali se apresentavam. A maioria deles faziam as performances e saiam do evento...

Fato que é compreensivél por estar rolando varias atrações diferentes por todo centro paulistano!





Behold the butterfly is born!

Eu particulamente achei lindo ve-la solta e majestosa mostrando total controle emocional e fisico naquele momento, enquanto o publico á aplaudia e assoviava.

Confesso que pouco fiquei nos bastidores pelo fato de querer ver tudo que estava rolando ao lado da platéia. Eu estava louco pra tomar uma gelada e ao mesmo tempo um tanto nervoso por ser o próximo a se apresentar junto com o meu amigo Morpheu que nunca havia sido suspenso.








É muito bom poder observa-la curtindo a própria experiência!

É gratificante ver que tudo correu como o planejado...Os Paramédicos ali presentes 

vieram conversar comigo e disseram estar abismados com tamanho controle técnico daqueles que ali se apresentavam. O resultado dessa jornada de suspensões que aconteceram  fica nitida no rosto de cada Performer.


Suspensão Coma - Roberto Santos - Morpheu!




Sobre uma maca ainda tenso! Após as perfurações terem sido feitas...Encontra-se antes de tudo um amigo, um ser humano, uma vida, que estava tendo a sua primeira experiência com suspensão. Durante todo tempo que estivemos juntos antes da apresentação em publico, tanto eu, quanto os demais da equipe Frrrkcon, conversamos bastante com ele afim de tranquiliza-lo, pois o momento pedia tal postura dos Suspensores.




Enquanto os ultimos ajustes eram feitos por mim é o Pedrim Moicano, os demais da equipe Frrrkcon estavam posicionados para darmos inicio a suspensão...Sem contar que, a imprensa  fez de tudo para conseguir entrar no espaço voltado as perfurações e como não tiveram exito! Se conformaram em fotografar nos locais a onde designamos que ficassem...



Após termos terminado as amarrações, eu pude sentir que o Mopheu ja estava calmo e concentradissimo e nos autorizou á darmos continuidade na apresentação. É de extrema importância deixar aqui registrado que este meu amigo além de esportista, tem uma alimentação ímpar! Todos os cuidados foram tomados antes de ergue-lo,




Lentamente pedimos para o Enzo ir erguendo a estrutura para que o Morpheu não senti-se tanto a pele ser esticada de uma vez só...Enquanto isto, o Luciano Iritsu conversava com o ele afim de, acalma-lo nesse momento tão importante pra ambos envolvidos.






Quando conseguimos estabiliza-lo junto as amarrações tiramos a maca que o sustentava e ao mesmo tempo, fomos conversando com o suspenso e dizendo tudo que estavamos fazendo.




A expressão do púbilco ali que asssitia era de nervosismo misturado com ansiedade de ve-lo logo suspenso.   

Quando começamos a ergue-lo a platéia começou a interagir ainda mais conosco assoviando e aplaudindo.



Morpheu esta no ar e a gravidade esta contra ele!

Minuciosamente diminuimos a quantidade de ganchos e os distribuimos pelo tronco e membros inferiores do Morpheu afim de, amenizar o trauma causado pelo próprio peso do corpo na pele. O resultado desse cauculo deu certo e o resultado vocês estão visualizando nesse momento.



Dava pra ver no rosto da equipe a satisfação em estar ali fazendo parte desse momento o qual, não pode haver nenhum erro de cauculo. Porque se houver infelizmente o chão é o limite!

Eu ja vi varias pessoas cairem por N motivos que não me cabe julgar!

Quem faz um desserviço a nossa atividade sabe o meu ponto de vista em relação...É fato!


O fator bem estar esta acima de tudo pra quem esta incumbido de monitorar o suspenso!

Não importa o tempo de duração para nós, o importante é respeitar os limites daqueles que se pré- dispõe em fazer tal apresentação.


Relato da experiência de Roberto Santos - Morpheu:

Se submeter a uma suspensão corporal não é algo tão simples quanto pensam muitas pessoas, muito menos um ato de loucura. Se submeter a uma suspensão requer, autocontrole, concentração, boa alimentação e principalmente confiança nos profissionais que estão realizando o trabalho. No ultimo dia 16/04, mais precisamente na 7º edição da Virada Cultural do Estado de São Paulo, tive minha primeira experiência com a suspensão, confesso que no inicio fiquei um pouco nervoso, mas o fato de estar trabalhando em conjunto com profissionais altamente qualificados me tranqüilizou e aos poucos o nervosismo foi ficando de lado. As perfurações para introdução dos ganchos é um pouco incomoda, mas nada muito assustador, é algo bem parecido com uma dilatação de lóbulo e como disse os profissionais envolvidos fizeram todos os procedimentos necessários e as perfurações forma feitas com rapidez para que não causasse um trauma maior nos tecidos, correu tudo bem durante a preparação. Chegou a hora de fazer as amarrações e nesse momento já estávamos sob os olhares de centenas de pessoas, mais uma vez o nervosismo. O que eu ouvi nessa hora foi: “Relaxa amigo, isso é adrenalina, logo passa”, e realmente passou. Na hora de subir, estava totalmente concentrado e tranqüilo, o nervosismo tinha sido substituído por uma sensação incrível e indescritível. Não sei precisar quanto tempo fiquei suspenso e nem qual foi a reação dos expectadores, pois estava num momento de pura evolução espiritual, de superação de limites e de  autoconhecimento, estava (e ainda estou) em êxtase. Nofinal da suspensão já de volta à maca para retirar as amarrações, o que eu vi e ouvi, foi extremamente gratificante, elogios e aplausos das pessoas que estavam assistindo e de todos os envolvidos, nesse momento eu tive a sensação de vitoria e hoje eu percebo que eu posso qualquer coisa não importa a situação ou o momento, não que eu seja melhor que outras pessoas, eu simplesmente me superei e isso abriu minha mente, me tornou forte e altamente capaz. Alcancei minha tão sonhada evolução espiritual. Quando postei as fotos no meu álbum, num site de relacionamentos, recebi diversos elogios e muitas pessoas me chamaram de “louco”, mas não com a intenção de me ofender, mas sim por me acharem “corajoso”. Como eu disse no inicio deste texto, se submeter a uma suspensão corporal não é um ato de loucura, um ato de loucura é entrar em uma escola armado e assassinar de forma cruel e covarde 12 crianças sem nenhum motivo. Um ato de loucura é jogar a própria filha da janela do apartamento e se declarar inocente. Um ato de loucura é viver em um país que prega a desigualdade social e se conformar com isso. Um ato de loucura é a incapacidade de amar e perdoar. Um ato de loucura é não ter fé em Deus. Uma suspensão é autoconhecimento, e uma experiência única. Agradeço a todos profissionais envolvidos: Ronaldo Sampaio (Snoopy), Luciano Iritsu, Thiago Almeida (Gordinho), Pedrim, Enzo Sato e Pedro Garcia, agradeço aos meus amigos Marcos Tattoo, Suellen e Kit, que me prestigiaram e me apoiaram desde o inicio, e a todos aqueles que me deram força mesmo de longe. Amo todos vocês, NAMASTÊ!


Compassos do Ocaso II.

Sara Panamby e Filipe Espíndola

Musico convidado-Petronio Tales

Alecto Maracatu.


Mesmo não tendo presenciado esta performance quando á vi no You Tube fiquei todo arrepiado em ver  á Sara Panamby e Filipe Espíndola nessa performance. A qual esta sendo considerada a melhor pelos entusiastas! Todos os envolvidos com o Frrrkcon são dignos do meu respeito e dos demais que se empenharam em dar o seu melhor nesse evento.


Esta performance é uma releitura do ritual Kuarup homenageando os mortos ilustres da tribo.Eu conversei com o Filipe ontem pra ser exato, ele me disse que a avó  mãe deles, faleceu em janeiro desse ano. Um forma de homenagea-la e marcar esta passagem foi através dessa performance. Isto comprova que existe muito mais a ser repassado ao publico do que o simples fato de cravar ganchos sobre a pele.





Nessa releitura ficou cravado a homenagem as Ritas espalhadas pelo mundo. A imagem que estamos vendo simboliza o casamento dos suspensos que deram uma enorme contribuição para a Body Art no Brasil.





O meu sincero parabéns ao casal!


Nota do Perfurador:

A américa latina esta muito bem  representada pelos praticantes dessa modalidade e a cada dia que se passa, outros eventos surgem com propostas variadas...O exemplo nítido do que eu me refiro é o Inter Hook um evento mais reservado, voltado aos Suspenders, Performers & Entusiastas, idealizado pelo meu irmão de Recife Valnei, com certeza o ano que vem eu estarei com ele somando.

14 visualizações

Rua Turiassú, 735 - Perdizes, São Paulo