• Ronaldo Sampaio

Triclosan na composição dos Sabonetes Liquido cuidado!


Você já parou e prestou atenção no que há na composição do seu desodorante? Provavelmente não, mas ele pode conter substâncias prejudiciais à sua saúde. De foliculite (inflamação no folículo do pelo) a câncer de mama, alguns estudos tem mostrado que certos ingredientes responsáveis pela ação bactericida (o Triclosan, por exemplo) e pela ação antitranspirante (derivados de alumínio) nos desodorantes podem fazer mais mal do que bem.

O Triclosan é um agente antibacteriano e conservante frequentemente encontrado em desodorantes, cremes dentais, sabonetes líquidos ou em barra, produtos antiacne. Segundo o Environmental Working Group (EWG) - organização americana que, dentre outras coisas, é especializada em pesquisa nas áreas de produtos químicos tóxicos – o Triclosan estaria ligado a distúrbios endócrinos (mesmo em baixas concentrações), bioacumulação (com o tempo, sua atividade antibacteriana torna-se ineficaz) e é classificado como alergênico (pele, olhos e pulmões) pela União Europeia.

Em 2010, a FDA publicou um comunicado alertando o consumidor de que embora o Triclosan ainda seja considerado seguro, ele passará por uma análise mais aprofundada, já que alguns estudos apontam disfunção hormonal por conta do ingrediente.

O Triclosan pode estar presente em desodorantes, cremes dentais, produtos antiacne, sabonetes líquidos, etc. Ele estaria ligado a distúrbios endócrinos, bioacumulação (com o tempo, sua atividade antibacteriana torna-se ineficaz) e é classificado como alergênico (pele, olhos e pulmões) pela UE Outros ingredientes polêmicos são os derivados do alumínio, os quais se encontram em inúmeros desodorantes e determinadas maquiagens, para conferir coloração aos produtos. Nos desodorantes, o alumínio é responsável por conter (formando uma espécie de “barreira”) o suor e impedi-lo de sair, deixando as axilas mais secas (vale lembrar que não é suor que causa o mau cheiro nas axilas, e sim bactérias).

Um estudo de cientistas da Universidade de Keele (centro da Inglaterra) aponta a possibilidade de que o uso frequente de desodorantes com efeito antitranspirante (mais especificamente, contendo derivados de alumínio) ocasione casos de câncer de mama.

Os cientistas acharam nos tecidos mamários elevados níveis de alumínio e observaram que as maiores concentrações do mesmo se encontravam na zona do peito próxima às axilas, na qual geralmente se aplica desodorantes e onde se detectam a maioria de tumores desse tipo.

Segundo o site Cancer.gov (vale a pena ler esse artigo), alguns estudos sugerem que os compostos à base de alumínio podem ser absorvidos pela pele e atuar como mimetizadores de estrogênio (ou seja, eles agem como estrogênio no organismo). Em excesso, o estrogênio está ligado, dentre outras coisas, ao aparecimento de cancro nas células mamárias, o que pode levar ao câncer.

Definitivamente, a polêmica do alumínio nos desodorantes ainda continua no ar. Nenhum estudo concluiu, definitivamente, que ele não oferece nenhum risco à saúde e nenhum deles conseguiu concluir se de fato ele causaria câncer de mama, são apenas evidências que, embora “incertas”, merecem bastante atenção.

Mesmo que seja um pouco mais difícil de encontrar, existem, sim, desodorantes que não possuem alumínio ou triclosan. Isso é bacana não só para quem se preocupa com o que há nos rótulos dos cosméticos, mas também para quem tem alergias, já que esses dois ingredientes costumam a ser os maiores responsáveis por reações em pessoas mais sensíveis.

Desodorantes sem alumínio, triclosan ou parabenos

Desodorante Natural – Livealoe*: livre de parabenos, liberadores de formol, sais de alumínio, fragrâncias e corantes sintéticos. O controle do suor e do odor são proporcionados devido às propriedades das plantas utilizadas. Graças ao gel de Aloe vera e à resina de copaíba, o produto evita a aparição de foliculites (inflamação dos folículos dos pelos), e também tem uma potente ação adstringente que regula a transpiração.

Desodorante Inteligente 100% Natural – Ervas & Bambu – Essenciall Brasil*: desodorizante e refrescante, cicatrizante e restaurador da pele, possui ação antimicrobiana capaz de reduzir mau-odor causado pela decomposição das bactérias, proporciona ação suavizante e hidratante às axilas. Há também a versão sem perfume.

Desodorante Sálvia – Weleda*: fragrância refrescante de efeito duradouro. À base de ervas aromáticas como Sálvia, Tomilho e Rosmarinus.

Desodorante Wild Rose – Weleda*: infelizmente não tem no Brasil, mas está entre os desodorantes naturais mais famosos lá fora. Achei para vender no ebay.

Desodorante Calendula Blossom Natural – Aubrey Organics*: outro bem famoso lá fora, mas inexistente por aqui. Promete manter o frescor todos os dias sem irritação. Combate o odor com vitamina E antioxidante, além de calamina e óleos de calêndula. Produto vegan. Vende aqui. Desodorante Lavera Fresh – Lavera*: desodorantes da linha Lavera Fresh contêm ingredientes vegetais puros de forma segura e eficaz para neutralizar bactérias causadoras de odor. São inúmeras fragrâncias, mas ao que me parece, a mais feminina é a de mel. Vende aqui (o mesmo vendedor tem inúmeras outras fragrâncias disponíveis, caso você não queira essa).

Desodorante Spray Feminino – Alergoshop (1): os produtos Alergoshop são todos hipoalergênicos e podem ser usado tanto em pessoas sensíveis como não sensíveis. Não contém alumínio, parabenos, óleo mineral ou triclosan.

* Marcas que não realizam testes em animais

(1) Segundo a Alergoshop, eles não testam nenhum de seus cosméticos ou dermocosméticos em animais, e se consideram contra a prática, mas testam certos produtos de outras linhas porque, segundo eles, não há outro meio.

Vale lembrar que o meu intuito é apenas informar, trazer o conhecimento a quem frequenta o blog. Cabe a você aproveitar a informação como achar melhor, tomar atitudes ou ignorar, a escolha é sempre sua. Alternativas não faltam!

Fonte site: http://lookaholic.wordpress.com/2012/08/30/de-olho-nos-desodorantes-triclosan-e-aluminio/

22 visualizações

Rua Turiassú, 735 - Perdizes, São Paulo